Loja virtual

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Vinho e Saúde

Que vinho (bebido com moderação) faz bem a saúde, isso todos já sabem. Porém ao buscar os benefícios, qual a melhor escolha?

Alguns vinhos têm níveis mais elevados de elementos que a ciência classificou como benéficos. Você sabe quais são? Nenhum dos clássicos como Cabernet Sauvignon ou Merlot.
Quais as características devemos buscar para escolher o vinho mais ‘saudável’?

- Que seja seco (com pouco ou nenhum  carboidrato);
- Menos alcoólico;
- Com mais polifenóis, particularmente, procianidinas.

Em um vinho, quase tudo que não é água ou álcool é polifenol: tanino, pigmento de cor, aroma, resveratrol, procianidinas e outros cerca de 5.000 componentes de plantas. São os polifenóis que combatem a formação de placas de colesterol nos vasos sanguíneos.

Como os polifenóis são encontrados na casca e nas sementes das uvas, estamos em busca de um vinho cujo mosto ficou mais tempo em contato com as cascas, ou seja, um bom tinto!

E quais são as uvas com maior concentração de polifenóis?

- Sagrantino, uva rara da região da Umbria (Itália);
- Tannat, de Madiran (França), também muito plantada no Uruguai;
- Petite Sirah, da California;
- Marselan, da França, também encontrada na Espanha, China, Argentina, Brasil e Uruguai;
- Nebbiolo, emblemática uva do Piemonte (Itália).

Como outros fatores também vão influenciar no resultado, como colheita e produção, a dica é escolher pelo sabor. Estes vinhos têm mais tanicidade, acidez, sabores frutados e em sua maioria, coloração intensa e um pouquinho de amargor.
Aproveitando as dicas acima, a sugestão da semana não poderia ser outra. Ainda mais se você ainda não conhece esta preciosidade: SAGRANTINO!!!! Ah, dá até para fazer uma degustação vertical e aliar prazer, saúde e conhecimento!





Fonte: WineFolly

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...